Tem características para liderar com velocidade?

Tem características para liderar com velocidade?
Em tempos de mudança os líderes têm de agir rapidamente para ficar à frente da concorrência. Não podem dar-se ao luxo de ser uma borboleta a emergir lentamente, mudando de forma gradual para liderar e influenciar num ambiente em rápida mutação. O líder de hoje tem de ser uma chita, agindo por instinto, com rapidez e agilidade. No entanto, há implicações para quem lidera com velocidade – isto porque não se trata apenas de funcionar da mesma forma com maior rapidez.

O empreendedor em série e bilionário americano Mark Cuban, conhecido investidor do programa de televisão “Shark Tank” e dono da equipa de basquetebol Dallas Mavericks, confia na sua capacidade de tomada rápida de decisões para impulsionar o sucesso. Como referiu uma vez, “tem de construir o seu negócio de forma mais rápida que qualquer outra pessoa. A ‘corrida’ não tem uma linha de chegada. Nunca há uma altura em que pode dizer ‘nós conseguimos’”. Cuban tem a acutilante capacidade de confiar na sua intuição antes de ter todos os factos. Mais que analisar as situações, ele apercebe-as. Mas este tipo de intuição leva tempo a desenvolver. Os líderes que estão formatados para trabalhar com precisão podem ter alguma dificuldade em tomar decisões com rapidez. Antes de poderem confiar nos seus instintos, devem entender as implicações de liderar com velocidade. 

Atuar mais 
Liderar com velocidade e agilidade significa deixar de lado o perfecionismo. Para já, não vai ter todas as respostas antes de avançar; deve sentir-se à vontade para as deixar emergir à medida que se vai ajustando. Agir é mais importante que ter tudo devidamente arrumado na sua cabeça.

A rotina deve ser manuseada com precisão. Os processos repetidos podem ser geridos com um mínimo de surpresas. Como líder, despenda o seu tempo a antecipar o amanhã. A eficiência na repetição liberta-o para gerir o imprevisível.
Também terá de confiar e depender de terceiros. Para ser eficaz num ambiente de alta velocidade é essencial ter na sua equipa talento sólido de que possa depender, confiar em, e colaborar com. Muitos líderes pensam que debater as decisões os atrasa, mas a discussão de ideias ajuda a reduzir as más escolhas e dá origem a soluções inovadoras de modo mais rápido. Cerque-se de talento que consiga trabalhar de forma eficaz num ambiente baseado no escrutínio, onde as decisões críticas são feitas de forma rápida e resoluta. Neste tipo de cultura, confiar em processos ou políticas pode muitas vezes atrasar decisões imperativas. Ter instinto pode não ser mensurável, mas é algo que pode ser desenvolvido e melhorado.

Ter noção de quando sabe o suficiente
Não pretenda ter todas as respostas, mas saiba quando já tem o suficiente para tomar uma decisão fundamentada. Este equilíbrio mantém o líder com os pés bem assentes na terra, com as informações corretas, e também evita que fique à espera de ter a solução perfeita. Encontre esse meio-termo, e lidere com intuição informada. Evolua a sua visão e planos ao longo do tempo.

Planear a curto prazo
Tenha em mente os resultados a longo prazo, mas planeie a curto prazo para estabelecer a progressão, mesmo quando ainda há muito a aprender. Em seguida faça atualizações com base na informação que for recebendo. Este planeamento de curto prazo ligado aos resultados de longo prazo faz a ponte entre a incerteza atual e os seus objetivos mais abrangentes.

Experimentar mais
Teste algumas ideias. Aprenda com as suas experiências de pequena escala e, em seguida, faça experiências de maior dimensão. Esta abordagem promove um movimento mais rápido e coloca menos pressão em ter tudo bem definido na sua cabeça de forma antecipada.

Não cometer erros fatais
Quando o líder anda mais rápido comete erros e cria planos que não funcionam. A sua equipa deve saber que, enquanto responsável, vai aceitar que sejam cometidos erros bem-intencionados. Se os membros da sua equipa pensarem que falhar é fatal, vão querer ficar à margem; e se um movimento for muito arriscado, vai induzir a equipa a esperar por todas as respostas. Assim, assuma riscos passíveis de serem geridos, avance por etapas, e faça ajustes de forma rápida.

Liderar com velocidade pode ser desconfortável. Mas quanto mais praticar mais natural será. Tente aprimorar os seus instintos, e em breve, quando a situação o exigir, será menos borboleta e mais chita.

Entretanto, no processo, adota comportamentos de liderança orientados para a tarefa ou para os seus colaboradores/relacionamento? Qual é o seu estilo de liderança natural? O questionário “Saiba se é mais orientado para a tarefa ou para as pessoas” ajuda-o a perceber. 

28-09-2017

Fonte: Ceo.com


Portal da Liderança