Os 3 segredos de Obama para falar em público, conseguir captar a atenção e passar a mensagem

Os 3 segredos de Obama para falar em público, conseguir captar a atenção e passar a mensagem

Carmine Gallo, especialista em técnicas de comunicação, apresentou as três técnicas que o presidente Barack Obama usa para falar em público, de forma a captar a atenção do público.

“Como todos nós, Obama às vezes também tem dias maus. No entanto, nos seus melhores dias, este é um orador talentoso, que tem algo a ensinar a todos os líderes de empresas e políticos, independentemente das suas opiniões políticas”, diz Gallo.

“Desde da faculdade que analiso discursos. Ronald Reagan foi o meu preferido. As suas palavras fizeram-me sentir orgulhoso de ser americano. Também estudei John F. Kennedy, Martin Luther King Jr., Winston Churchill, e muitos outros. Quando vejo e ouço um grande orador, consigo dizer-lhe exatamente o que estão a fazer para estabelecerem uma ligação com o público.”

Gallo refere que “Obama utiliza um número de aparelhos retóricos nos seus discursos, mas são três as técnicas específicas que são consistentes em todos os seus discursos.

As três técnicas que fizeram dos discursos de Barack Obama memoráveis são, segundo Gallo:

  • Transcendência

“Ao utilizar uma linguagem concreta e tangível, Barack Obama é capaz de nos transportar para outro lugar e realmente pintar um retrato nas nossas mentes.

Barack-Obama-discurso-1No seu discurso de vitória, falou em termos concretos sobre as pessoas que o apoiavam e os que fizeram campanha por ele:

Ouvirão a determinação na voz de um jovem organizador de campo que está a trabalhar arduamente enquanto estuda e que quer ter a certeza de que todas as crianças tenham a mesma oportunidade. Ouvirão o orgulho na voz de um voluntário que vai de porta em porta porque o seu irmão foi finalmente contratado quando a fábrica de automóveis local adicionou mais um turno. Ouvirão o profundo patriotismo na voz de uma esposa de um militar, que trabalha com os telefones até tarde para assegurar que ninguém que lute pelo seu país tenha de lutar por um emprego ou por um teto sobre a cabeça quando voltar para casa.”


Há uma razão pela qual o público se aborrece com o jargão vazio e sem significado presente na linguagem dos negócios. Não é suficientemente específico. Ninguém quer saber se oferece “a melhor das melhores soluções para um ecossistema baseado numa nuvem”. O seu público exige especificidade. Utilize exemplos concretos e responda sempre a pergunta “Porque é que me importo?”

  • Repetição

Os escritores de discurso dão a esta técnica o nome de anáfora: repetir uma palavra ou frase no início de frases sucessivas. Eu chamo-lhe antes repetição. A repetição utilizada de forma artística ajuda e enfatizar, de forma clara, uma ideia de modo a torná-la memorável. Um dos melhores exemplos de repetição pode ser encontrado no famoso discurso de Martin Luther King Jr.:

“Eu tenho um sonho que um dia…”
“Eu tenho um sonho que um dia…”
“Eu tenho um sonho que um dia…”

Barack Obama chegou à fama em 2004, com um eletrizante discurso na convenção nacional democrática onde utilizou a repetição eficazmente. Por exemplo:

Barack-Obama-discurso-2“Temos mais trabalho a fazer. Mais a fazer pelos trabalhadores que conheci em Galesburg, Illinois…”
“Mais a fazer pelo pai que conheci…”
“Mais a fazer pela jovem mulher…”

“Acredito que somos capazes de dar alívio à classe média…”
“Acredito que capazes de produzir empregos…”
“Acredito que temos um vento justo nas nossas costas …”

Os exemplos prévios demonstram também que Obama gosta de associar ideias em grupos de três. Acredito verdadeiramente na “Regra dos 3”. Se vai fazer uma lista de ideias ou benefícios, não me dê demasiadas coisas para me relembrar: dê-me apenas três. Três é um número muito mais poderoso e fácil de lembrar.

  • Gestos e voz

Há muitos anos atrás, tive uma conversa com um professor da Universidade do Michigan que estudava os gestos. O Dr. David McNeill descobriu que os oradores rigorosos, disciplinados e confiantes, utilizavam mais gestos do que o normal. Os gestos refletem a claridade do seu pensamento e dá-nos (público) confiança na liderança. O presidente Obama, como muitos oradores eficazes, utiliza gestos para pontuar Barack-Obama-discurso-4quase todas as suas frases.

Obama utiliza também a sua voz eficazmente. Ele trava, baixa o volume e faz pausas para gerar impacto. Noutras situações, acelera e aumenta o volume da sua voz para sublinhar uma frase chave.

Um discurso ou uma apresentação eficiente aumenta a esperança do público e dá-lhes algo em que acreditar. As pessoas precisam de acreditar em alguém. Querem que alguém os inspire. Seja a liderar uma nação ou um departamento de uma empresa, as pessoas olham para si para se inspirarem. Utilize as palavras, os gestos e a voz para fazer chegar a mensagem corretamente.

Fonte: Forbes


Camine Gallo-Obama.jpgCarmine Gallo é especialista em técnicas de comunicação, com vasta experiência no coaching de altos executivos de grandes empresas internacionais como IBM e Nokia. É orador sobre liderança e técnicas para apresentações em público em empresas, colunista da revista BusinessWeek, Forbes e autor de vários livros traduzidos para dezenas de idiomas, como “10 Segredos Simples dos Melhores Comunicadores”, “Presentation Secrets Of Steve Jobs” e “The Innovation Secrets of Steve Jobs”, entre outros.