Trabalha numa empresa “sempre-fizemos-assim”?

Trabalha numa empresa “sempre-fizemos-assim”?

Sabemos que o sucesso no passado não é garantia para sermos bem-sucedidos no futuro, sobretudo quando a única constante nos negócios é a mudança. Mas tal não impede muitas empresas de serem completamente resistentes a novas ideias. Aliás, há organizações onde é comum ouvir-se a expressão “sempre fizemos assim”. Mas estas três palavras podem ter um custo elevado. Se se encontra preso neste tipo de cultura, sabe como pode ser frustrante.

Quer a sua empresa esteja repleta de trabalhadores com 20 anos de casa ou seja gerida por uma hierarquia de topo que acredita firmemente que não há melhor maneira de fazer as coisas, as suas sugestões de melhorias e de mudança acabam por ser constantemente postas de parte ou, pior, completamente ignoradas. Não importa se quer reestruturar um departamento inteiro ou simplesmente trocar a marca de café usada na copa – aos olhos dos responsáveis, toda e qualquer mudança é má.

Então, o que pode fazer se o seu empregador faz pouco caso da sua ideia de ajustar algo (além de se queixar do assunto)? Eis alguns passos que podem ajudá-lo a apresentar efetivamente as suas ideias e (esperemos) a conseguir colocar a engrenagem em movimento.

1 - Marque uma reunião
Se trabalha numa empresa que por norma hesita em mudar as coisas, não vai querer avançar com as suas ideias perante os superiores sem aviso prévio. Marque antes uma reunião com o seu chefe para falarem sobre uns pormenores em que tem andado a pensar. Isto avisa o responsável que há algo importante que quer discutir com ele e evita a hipótese de as suas ideias serem descartadas como algo sem importância que calhou dizer quando passava por ele.

Lembre-se de tirar um tempo para pensar antes de solicitar a reunião. Se o seu superior hierárquico estiver cheio de trabalho, provavelmente não é uma boa altura para acrescentar algo mais à pilha. Mas se, por exemplo, ele estiver a trabalhar no próximo orçamento anual e a sua proposta precisar de financiamento, vai querer expor o que pensa antes de o plano financeiro estar concluído.

2 - Prepare-se
Para que a sua ideia tenha a hipótese de ser considerada, deve ter cuidado redobrado e garantir que tem todos “os pontos nos i” antes de se sentar para conversar com o seu chefe.

Precisa de estar preparado para explicar os benefícios do seu novo método, bem como por que é uma alternativa melhor face ao processo atualmente utilizado pelo seu empregador. Além disso, também deve ter a noção de todos os pequenos detalhes da sua ideia. Qual será a implementação desta nova abordagem? Será que vai precisar de mais dinheiro do orçamento? Quais os departamentos que estarão envolvidos?

Se apresentar de forma eloquente um plano muito bem pensado e para o qual fez pesquisa, mostra que despendeu tempo e energia – em vez de ser apenas uma ideia de última hora que espera que vá tornar o seu trabalho mais fácil…

3 - Saiba que pode encontrar resistência
Já sabe o que as pessoas no seu escritório sentem em relação à mudança, pelo que deve estar mentalmente preparado para lidar com alguma resistência por parte dos seus superiores. Em primeiro lugar, perceba que a hesitação em tentar algo de novo não é necessariamente irracional. Afinal, muitas pessoas subscrevem a máxima “se não está estragado, não arrange”. Assim, é importante que explique que, embora esteja ciente de como se processam as coisas agora, poderiam ser melhoradas em alguns aspetos. Se enfatizar os benefícios da sua ideia – em vez de se centrar só nas deficiências do procedimento atual, pode ser que os seus superiores comecem a ver as vantagens.

Tenha em mente que, embora queira destacar as vantagens da sua sugestão, não significa que “doure a pílula” em relação aos potenciais fatores menos positivos. Até porque a sua audiência estará mais que disposta a apontá-los por si.

4 - Faça follow up
Chegados aqui, conseguiu passar pela parte mais difícil: explicar a sua sugestão de melhorias. Claro que adoraria ser recebido com uma resposta do género: “Que ótima ideia! Vamos em frente!”. Mas sabe que não é assim. Se tiver a sorte de a sua proposta não ter sido logo abatida, provavelmente vão pedir-lhe um tempo para pensarem. Os seus superiores devem ter a hipótese de ponderar sem que esteja constantemente a importuná-los para saber se já têm uma resposta. Mas não hesite em pedir feedback ao seu chefe uma ou duas semanas depois. Há uma grande diferença entre a sua ideia ser considerada e deixarem-na cair por completo no esquecimento.

Mesmo que a sua ideia seja eventualmente rejeitada, é fundamental que faça um follow up. Se o seu chefe lhe disser que decidiu não avançar, não tenha receio em solicitar feedback ou uma explanação – é um contributo valioso que poderá ajudá-lo a melhor apresentar as suas ideias no futuro.

5 - Mantenha-se otimista
Fez um trabalho incrível na preparação da apresentação da ideia, mas, mesmo assim não foi aceite, o que é extremamente irritante e desanimador, pelo que está autorizado a sentir-se um pouco triste – mas apenas por um minuto. É que, se quiser tentar prosperar nesta cultura de trabalho, precisa de recuperar rápido e manter-se positivo. Pois… é mais fácil dizer do que fazer. Afinal de contas, trabalhar num ambiente em que não se sente ouvido ou apreciado é desmoralizante. Mas faça um esforço por se concentrar nas partes do seu cargo de que realmente gosta. Se for preciso, encontre alternativas para onde canalizar a sua energia inovadora. Talvez possa oferecer o seu tempo a uma instituição sem fins lucrativos ou assumir um projeto freelance que o desafie e inspire. Claro que nada disto vai mudar a atitude obstinada da sua empresa, mas vai dar-lhe um lugar onde pode exercitar os seus músculos criativos, pelo menos até que possa encontrar um novo emprego.

Fazer parte de uma cultura de trabalho que é intolerante ou contra a mudança apresenta alguns desafios. Assim, é importante estar bem preparado quando apresentar novas ideias – usar estes passos deve ajudá-lo a fazer exatamente isso. Mesmo que a sua sugestão seja recusada a longo prazo, tentou tudo o que estava ao seu alcance para obter luz verde.

29-09-2016

Fonte: Entrepreneur