5 Segredos que os empresários nunca lhe revelarão

5 Segredos que os empresários nunca lhe revelarão

Clay Mathile, empresário americano com uma carreira com mais de 30 anos, partilhou recentemente na Forbes cinco realidades que gostava que os empresários lhe tivessem dito antes de se ter tornado um deles.

Mathile confessa que, quando “comecei a minha carreira há 30 anos atrás, nunca me propus a ser um empresário. Queria trabalhar numa grande corporação e ser o CEO. Mas, em 1998, o bichinho do empreendedorismo mordeu-me depois ter lido o “Growing a Business” de Paul Hawken. Este descreve como ter o seu próprio negócio como um sonho mágico”.

As 5 das coisas que Mathile gostava que os empresários lhe tivessem dito antes de se ter tornado um deles:

1. O topo é solitário
Sim, é um cliché, mas é o que se sente quando nos cabe a nós tomar sempre a decisão final e assumir as responsabilidades. Pode pedir conselhos à sua equipa de gestão ou ao conselho consultivo, mas a decisão será sempre sua. Lembre-se: Há sempre um lado positivo. Quando as coisas correm mal, as responsabilidades são suas. Quando as coisas correm bem, pode usufruir dos lucros.

2. Têm dúvidas diariamente
Apesar de toda a fanfarronice, ego e irradiação de confiança, os empresários têm uma crise diária de confiança. Pensam “e se estiver errado?” Nenhum feedback de reafirmação dos clientes, colaboradores ou conselheiros é capaz de acabar com esse medo persistente. Lembre-se: Todo e qualquer empresário tem dúvidas. O desfecho incerto é o que faz o mundo dos negócios tão interessante.

3. Temem o fracasso
Por muito que digam que valorizam o fracasso como forma de aprender, têm medo quando o fracasso acontece e pensam se alguma vez irão recuperar. Muitas das vezes não se aprende nada com o fracasso. Lembre-se: Quando falhar, aprenda o que conseguir e depois livre-se dele. Isto irá dar-lhe outra oportunidade para ser bem-sucedido.

4. Preocupam-se com a falência
Estão constantemente a pensar no risco financeiro para as suas famílias e no dinheiro que pediram emprestado para criar a empresa. Têm medo de ficar sem um tostão sequer. Lembre-se: Não aposte tudo. Estabeleça limites para os seus investimentos pessoais, para que se a empresa estiver mal, tenha uma segunda oportunidade de ser bem sucedido.

5. O sucesso, por vezes, pode ser um alívio
Ao invés de comemorar o sucesso, eles vêem isso como um alívio temporário e têm medo de celebrar em demasia (ver #3). Lembre-se: É importante pausar para comemorar as vitórias, pois será isso do qual de lembrará a próxima vez que falhar.

O que quer saber antes de começar o seu próprio negócio?


Fonte: Forbes


Clay-MathileClay Mathile, fundador e ex-CEO da Aileron e do The IAMS Company. A Aileron não tem fins lucrativos de destina-se a ajudar os empreendedores a desenvolverem competências de gestão profissional.