Vai atrás dos sonhos ou resigna-se à inércia? 15 executivos cujo negócio mudou o mundo

Vai atrás dos sonhos ou resigna-se à inércia? 15 executivos cujo negócio mudou o mundo

"A inovação é o que distingue um líder de um seguidor”, dizia-nos Steve Jobs. Mas quantos de nós abraçamos verdadeiramente a inovação? Quantos de nós continuamos a ouvir e a acarinhar a criança que fomos e cujo sonho era mudar o mundo?

Muitos são os executivos que se mantiveram firmes nas suas ideias, nos seus princípios e objetivos e que, em virtude deles, mudaram o mundo de todos. Não pensemos que tudo foi um mar de rosas e que tudo lhes correu bem.

Muitos dos executivos que referirei, erraram inúmeras vezes, quase foram à falência, alguns começaram no zero, outros já traziam algumas ajudas, mas todos surgem aqui devido ao serem/terem sido inovadores e criadores de tendências. Todos eles arriscaram, viram mais além e criaram necessidades, produtos e serviços muito diferentes do que era o comum e revolucionaram os setores em que atua(va)m.

  • Andrew Grove – Intel (1936) – E tudo se tornou mais pequeno.

Andrew-Grove-IntelAndrew Stephen "Andy" Grove é húngaro e emigrou para a América, onde se tornou num dos primeiros empregados da Intel Corporation, multinacional de tecnologia dedicada ao fabrico de circuitos integrados, como microprocessadores e outros chips, e subiu até atingir o topo. Em 1983, no alvorecer da era do computador pessoal, os lucros da Intel surgiram devido à maior pressão dos fabricantes japoneses de circuitos integrados de memória. Andy Grove, presidente da empresa na época, resolveu colocar o foco da companhia na liderança do sector dos microprocessadores. Um elemento chave de seu plano era a intenção, considerada então radical, de se transformar no único fabricante dos sucessores do popular microprocessador 8086. Foi lançado o processador 8088, que fez um grande sucesso com os computadores recém-lançados pela IBM, os primeiros PC. Posteriormente, surgiram outros que ganharam mais recursos e maior velocidade de processamento. Mas, ao lançar o quarto processador que deveria chamar-se 80586, a Intel acabou por criar a marca Pentium. Grove começou a produzir processadores em três fábricas geograficamente distintas e licenciou projetos de microprocessadores a concorrentes como a Zilog e a AMD. Quando a indústria do PC explodiu nos anos 1980 e no começo dos anos 1990, a Intel foi uma das mais beneficiadas. Durante os anos 1990, os Laboratórios da Arquitetura Intel foram responsáveis por muitas das inovações da estrutura do computador pessoal, incluindo a arquitetura agora dominante para usuários de multiprocessadores.

  • Asa G. Candler (1851-1929) – Coca-Cola - Fez de uma marca uma entidade mundial.

Asa-Candler-coca-cola-empresaioAsa Griggs Candler, milionário empresarial, fez a maior parte de sua fortuna com a compra da fórmula da Coca-Cola. Candler começou a sua carreira empresarial com uma farmácia e como fabricante de medicamentos patenteados. Em 1887, comprou a fórmula da Coca-Cola ao seu inventor John Pemberton e a vários outros acionistas por 2300 dólares. O sucesso da Coca-Cola deveu-se, em grande parte, à agressiva tática de marketing que implementou com o produto. Candler ganhou milhões de dólares com este investimento, o que lhe permitiu criar o Banco Central e a Trust Corp, investir em imóveis e tornar-se num grande filantropo da Igreja Metodista. Candler foi eleito mayor da cidade de Atlanta, Geórgia, EUA, em 1916, e deixou a vida ativa no dia-a-dia da Coca-Cola. Como mayor de 1916 a 1919, equilibrou o orçamento da cidade e coordenou os esforços de reconstrução após a Grande incêndio de Atlanta de 1917, que destruiu 1500 casas. Em 1919, deu a maioria das ações da Coca-Cola aos seus filhos que, mais tarde, as venderam a um grupo de investidores liderados por Ernest Woodruff.

  • Akio Morita (1921 - 1999) -  Sony Corporation – Deu asas à música e à imagem.

Akio-Morita-sonyEmpresário japonês, foi o cofundador da Sony com Masaru Ibuka, inicialmente com o nomeTokyo Tsushin Kogyo Kabushiki Kaisha, e mais tarde Sony Corporation. Desenvolveram, em 1949, a cassete com fita de gravação e, em 1950, venderam o primeiro gravador de áudio. Em 1957, venderam o primeiro rádio de bolso com transístor e, em 1960, a primeira televisão igualmente com transístor. Em 1975, ganharam um Emmy pela tecnologia Trinitron que desenvolveram para a televisão. Seguiu-se o vídeo-gravador doméstico, o Walkman (1979), tornando a música portátil, pela primeira vez no mundo. Mais tarde, lançaram o Discman (1984). A Sony Corporation foi a primeira empresa japonesa a ser listada no «New York Stock Exchange» e adquiriu em 1989 o CBS Records Group.

  • Axel Wenner-Gren (1881-1961) – Electrolux - Revolucionou a conservação e a vida doméstica.

Axel-Wenner-Gren-electrolux copyAxel Lennart Wenner-Gren foi um empreendedor sueco e um dos homens mais ricos do mundo durante os anos 30. A ele se deve a adaptação do aspirador para o uso doméstico e a generalização do uso doméstico dos frigoríficos. Dono da Electrolux a partir do início dos anos 30, afirmou a empresa na indústria da aspiração e da refrigeração, tendo diversificado os seus investimentos por áreas como a da imprensa e dos bancos. Nos anos 50, Axel Wenner-Gren investiu também nos primórdios da era dos computadores. Em 1919, lançou o seu primeiro aspirador, em 1925 o frigorífico, em 1940 um processador de comida e em 1951 a primeira máquina de lavar a loiça.

  • Bill Gates (1955) – Microsoft – O revolucionário do software.

Bill-GatesWilliam Henry Gates III, conhecido por fundar com Paul Allen a Microsoft, a maior e mais conhecida empresa de software do mundo em termos de valor de mercado, é um dos pioneiros na revolução do computador pessoal. Enquanto estudavam em Harvard, desenvolveram um interpretador da linguagem BASIC para um dos primeiros computadores pessoais a ser lançado nos Estados Unidos - o Altair 8800. Após um modesto sucesso na comercialização deste produto, Gates e Allen fundaram a Microsoft, uma das primeiras empresas no mundo focadas exclusivamente no mercado de programas para computadores pessoais ou PC. Gates adquiriu, ao longo dos anos, fama de visionário (apostou no mercado de software na época em que o hardware era considerado muito mais valioso) e de negociador agressivo, tendo muitas vezes chegado a ser acusado por concorrentes da Microsoft de utilizar práticas comerciais desleais. Nos anos 1980, a IBM, líder no mercado de grandes computadores, resolveu entrar no mercado da microinformática com o PC, porém faltava-lhe o Sistema Operacional. Para isso, fechou contrato com a recém-criada Microsoft. Todavia, esta não possuía ainda o software. Gates decidiu comprá-lo e foi negociar com uma pequena empresa que havia desenvolvido o sistema para o processador da Intel. Pagou cerca de 50 mil dólares, personalizou o programa e vendeu-o por 8 milhões de dólares, mantendo a licença do produto.

  • Henry Ford (1863 - 1947) – Ford Motor Company – Uma nova indústria.

Henry FordHenry Ford, empreendedor americano, fundou a Ford Motor Company e foi o primeiro a aplicar a montagem em série, de forma a produzir automóveis em massa em menos tempo e a um menor custo. A introdução de seu modelo Ford T revolucionou os transportes e a indústria dos Estados Unidos. Ford foi um inventor prolífico, tendo registado 161 patentes nos Estados Unidos. Como único dono da Ford, tornou-se um dos homens mais ricos e conhecidos do mundo.  A ele é atribuído o "fordismo", isto é, a produção em grande quantidade de automóveis a baixo custo através da utilização da "linha de montagem", com a qual tinha condições para fabricar um carro a cada 98 minutos, para além dos elevados salários oferecidos aos seus operários — o notavel valor de 5 dólares por dia, adotado em 1914. O intenso empenho de Henry Ford para baixar os custos resultou em muitas inovações técnicas e de negócios, incluindo um concessionário em cada cidade da América do Norte e nas maiores cidades em seis continentes. Ford deixou a maior parte de sua grande riqueza à Fundação Ford, mas providenciou para que a sua família pudesse continuar a controlar a companhia.

  • Herbert D. Kelleher (1931) – Southwest Airlines – O visionário dos ares.

Herb Kelleher copyHerbert Kelleher, cofundador, Chairman Emeritus e ex-CEO da Southwest Airlines, advogado, conheceu o então seu cliente Rollin King com quem fundou esta companhia aérea, ao mudar-se para o Texas para trabalhar numa firma de advogados especializada no serviço a empreendedores. A grande inovação a que se propunham, era oferecer viagens aéreas a preços baixos, a partir da eliminação de serviços desnecessários que encareciam o preço (low-cost) e de usarem aeroportos secundários, com tráfego e custos inferiores. A Southwest é uma das empresas do top 5 da Fortune na categoria das empresas americanas mais admiradas, tendo sido considerado por esta publicação provavelmente o melhor CEO da América.  Kelleher é uma daquelas lendas da gestão: um empreendedor que conseguiu criar uma startup com sucesso e depois torná-la numa enorme organização com permanência na lista das empresas mais admiradas da América.

  • Ray Kroc (1902 - 1984) - MacDonnald’s – E o fast-food virou fenómeno de massas.

Ray-Kroc-macdonnaldsRaymond Alexander Kroc foi o fundador da rede de restaurantes McDonald's em 1955. Kroc colocou o hambúrguer na linha de montagem, mas até aos 52 anos foi vendedor de máquinas de batidos. Em 1954, intrigado com o volume de pedidos que recebeu de um restaurante em San Bernardino, Califórnia, resolveu visitá-la. “Percebi que algo estava a acontecer ali”, disse anos depois. O restaurante, onde os irmãos Maurice e Richard McDonald serviam refeições rápidas, estava sempre lotado. No mesmo dia em que o viu, Kroc começou a imaginar uma cadeia de restaurantes identificada por arcos dourados. Ao perceber que os irmãos McDonald estavam insatisfeitos e que tiravam pouco dinheiro do negócio, insistiu e conseguiu um acordo. Venderia franchisados da marca a 950 dólares cada. Ficaria com 0,5% dos resultados e 1,4% iria para a conta dos irmãos. A rede imaginada por Kroc nasceu com uma loja nas imediações de Chicago, em 1955. Esta, uma cópia perfeita da máquina de fazer sanduíches de San Bernardino, vendeu 366 dólares no primeiro dia de funcionamento e tornou-se desde logo lucrativa. O McDonald’s não era a única cadeia de restaurantes deste tipo que começavam a surgir nos Estados Unidos. Com a concorrência a apertar, Kroc tornou-se obsessivo com o controle da qualidade, da limpeza e do serviço nas lojas. Cada hambúrguer deveria ter exatamente a mesma quantidade de carne e as mesmas duas rodelas de picles. Para aumentar a rentabilidade do negócio, Kroc comprou a parte dos irmãos McDonald e investiu na expansão da rede. Num esquema que até hoje é posto em prática, a rede começou a comprar terrenos e a alugá-los aos franchisados. Nos anos 70, Kroc gastou milhões em publicidade. Em 1972, as suas 2,2 mil lojas vendiam mais de 1 bilhão de dólares e Kroc achou que era hora de expandir os negócios no exterior. Em menos de uma década, a rede McDonald’s já se tinha tornado uma marca reconhecida no mundo inteiro, que garante hoje uma faturação anual de quase 40 mil milhões de dólares. Como incentivo ao empreendedorismo, Ray deixou um ditado: "Cuide do cliente e o negócio cuidará de si mesmo."

  •  Jack Welch (1935) – General Electric – De gigante industrial a empresarial flexível.

Jack-Welch-GE copyJohn Frances Welch Jr. entrou para a General Electric (GE) após fazer um doutoramento em engenharia química em 1960. Ganhou constantes promoções até se tornar presidente e CEO da empresa em 1981. Considerado um mestre do planeamento estratégico, fez com que a GE se tornasse número um ou dois em tudo o que produzia. Nos seus 20 anos como CEO da General Electric, tirou a empresa de uma grande burocracia e aplicou diversas inovações de gestão. Jack Welch torno-seu famoso no mundo dos negócios através das suas conquistas e habilidades em gestão, durante seus muitos anos na General Electric (GE). Liderou por 20 anos a empresa, Welch aumentou o valor da GE de 13 bilhões de dólares para varias centenas de bilhões de dólares. A (GE) é uma empresa multinacional de serviços e de tecnologia, a segunda maior companhia do mundo. Welch transformou-se num dos mais respeitados e influentes líderes de negócios do mundo por transformar um gigante industrial numa organização empresarial flexível.

  • Jeff Bezos (1964) – Amazon – Um novo comércio online.

Jeffrey BezosJeffrey Preston "Jeff" 'Bezos já foi apelidado de “melhor CEO” pela Harvard Business Review. Fundador da Amazon, tem guiado a empresa, desde o início como livraria online, até se ter tornado na fábrica de inovação que é hoje. Bezos é um pioneiro do comércio online, tendo definido a área em muitos dos seus aspetos, como relativamente ao apelidado “predictive analytics” que gera recomendações de produtos a cada cliente, em função do seu histórico de pesquisas e compras. Através desta inovação, conseguiu aumentar o volume de compras online e melhorar a interação com o cliente, seja em que ponto do mundo for. Bezos adquiriu recentemente o Washington Post e continua a inovar, com a introdução da área dos conteúdos televisivos no seu Kindle, até agora apenas leitor de ebooks, mp3 e acesso à internet.

  • John D. Rockefeller (1839 – 1937) – Sr. Standard Oil – E o setor do petróleo mudou.

john-rockefellerJohn Davison Rockefeller foi investidor, empresário e filantropo americano. Fundador da Standard Oil Company, dominou a indústria do petróleo e foi o primeira grande truste dos Estados Unidos. Rockefeller revolucionou o setor do petróleo e definiu a estrutura moderna da filantropia. Em 1870, fundou a Standard Oil Company e comandou-a agressivamente até ao seu afastamento oficial em 1897. A Standard Oil começou como uma parceria em Ohio. Como o querosene e a gasolina tiveram uma importância crescente, a riqueza de Rockefeller cresceu e tornou-o no homem mais rico do mundo e no primeiro americano a ter mais de um bilião de dólares. Ajustando a sua fortuna da época à inflação, é o homem mais rico da história. A sua fortuna foi usada para criar um moderno e sistemático estilo de filantropia, com fundações que tiveram grande efeito na medicina, na educação e em pesquisas científicas. As suas fundações pioneiras desenvolveram pesquisas médicas e ajudaram na erradicação da febre amarela e ancilostomíase. Fundou a Universidade de Chicago e a Universidade Rockefeller.

  • Larry Page (1973) – Google– Onde consegue encontrar informação sobre quase tudo.

Larry Page copyLawrence Edward Page é cofundador e presidente da Google, cuja missão declarada desde o início foi "organizar a informação mundial e torná-la universalmente acessível e útil". Este é um exemplo de um executivo que persegue o seu sonho, inova e enfrenta qualquer desafio. Larry tem enfrentado duras críticas relativamente à Google, bem como grandes louvores ao longo dos anos, mas, mesmo nos momentos mais críticos, nunca deixou de manter o foco no seu objetivo e de lutar para que a Google seja a melhor empresa no ramo. Larry é membro do comité de consultores da Universidade de Engenharia de Michigan, EUA, foi reconhecido como o inovador do ano pela revista Research and Development Magazine, e foi eleito para a Academia Nacional de Engenharia Norte Americana. Em 2002, foi nomeado Líder Global para o Amanhã pelo Fórum Económico Mundial.

  • Steve Jobs (1955 - 2011) – Pixar/Apple – Inovação, elegância e pormenor.

stevejobs2Steven Paul Jobs foi um inventor, empresário e milionário americano no setor da informática. Notabilizou-se como cofundador, presidente e diretor executivo da Apple Inc. e por ter revolucionado seis indústrias: computadores pessoais, filmes de animação, música, telefones, tablets e publicação digital. Além de sua ligação com a Apple, foi diretor executivo da empresa de animação gráfica Pixar e acionista individual máximo da The Walt Disney Company. No final da década de 1970, Jobs, em parceria com Steve Wozniak e Mike Markkula, entre outros, desenvolveu e comercializou uma das primeiras linhas de computadores pessoais de sucesso, a série Apple II. No começo da década de 1980, estava entre os primeiros a perceber o potencial comercial da interface gráfica do usuário. Jobs demitiu-se da Apple devido a discordâncias, e fundou a NeXT, uma companhia de desenvolvimento de plataformas direcionadas à educação e administração. A compra da NeXT pela Apple em 1996 levou Jobs de volta à empresa que ajudara a fundar, passando a CEO de 1997 a 2011, ano em que anunciou a renúncia ao cargo, recomendando Tim Cook para seu sucessor.

  • Soichiro Honda (1906 - 1991) – Honda Motor Co. – Do velho se faz novidade.

Honda1Soichiro Honda foi engenheiro, industrial e milionário japonês. Nascido na aldeia de Komyo, em Shizuoka, filho mais velho de um ferreiro, construiu a sua primeira bicicleta aos 8 anos. Aos 13, já tinha uma série de pequenas "invenções" e, aos 16 anos, iniciou a sua trajetória profissional, como aprendiz numa oficina em Tóquio. Aos 25 anos, tinha uma oficina muito lucrativa. Fundou a Honda Motor Co., Ltd., mas, com a Segunda Guerra Mundial, viu-se sem matéria-prima e, com dois bombardeamentos e um terramoto que lhe destruíram consecutivamente a fábrica, acabou por vendê-la à Toyota. Depois desta, utilizou motores do excedente do exército e partiu à conquista do mercado mundial. Daí, passou para os carros. Num pós-guerra com racionamento do combustível, Honda pensou nas motocicletas e, a partir de motores usados em geradores e com muita criatividade, adaptou-os a bicicletas e criou os primeiros ciclomotores. O sucesso de vendas foi tanto que, em 1948, era fundada a Honda Motor Company. Honda nunca estava satisfeito e incentivou sempre as pesquisas, o que levou a Honda a participar em competições de motos e carros com sucesso. Em 1959, segundo técnicos americanos, a Honda já possuía a fábrica de motos mais moderna do mundo.

  • Walt E. Disney (1901 – 1966) – Walt Disney  - O rei do mundo da animação e da magia.

Walt-DisneyWalter Elias Disney foi produtor cinematográfico, cineasta, diretor, dobrador, animador, empreendedor, filantropo e cofundador da The Walt Disney Company. Tornou-se conhecido nas décadas de 1920 e 1930, devido às suas personagens animadas, como o Mickey e o Pato Donald. Foi também o criador do parque temático sediado nos Estados Unidos chamado Disneylândia, além de ser o fundador da empresa de entretenimento, conhecida como a Walt Disney Company. O lema de Disney sempre foi "Keep moving forward" (Continue a seguir em frente).

Poderia falar de muitos outros líderes empresariais, para além destes 15 cujo exemplo merece ser destacado, como Thomas Edison, Levi Strauss, Jeff Weiner, William Proctor, Tim Berners-Lee ou Leo Baekeland. A eles dedicarei uma próxima oportunidade.

E você? Também vai atrás dos seus sonhos ou está acomodado à inércia?

“Não se mede a grandiosidade de um homem pelo seu tamanho físico mas pelos seus atos, pelo impacto que tem na história da humanidade.” - Soichiro Honda

fatinha-portal-artigo1
Fátima Rodrigues é gestora do Portal da Liderança e editora de conteúdos da Leadership Business Consulting, tendo sido coordenadora editorial da área de business do grupo Almedina e lecionado na Congrégation Saint-Joseph de Cluny. Esteve ligada vários anos ao Conselho da Europa, onde exerceu funções de formadora do GERFEC em relações interculturais e interreligiosas em contexto corporativo e social. É fundadora e administradora geral projeto online de fomento à leitura Segredo dos Livros.