Como manter a equipa motivada? Com 10 passos

Como manter a equipa motivada? Com 10 passos

Os colaboradores querem ter a confiança de que o líder toma decisões que têm um impacto positivo na organização. Mas também é importante que se sintam capacitados para tomarem decisões relevantes.

Está mais que estudado e provado que o sentimento de importância e de confiança conduz a um trabalho melhor e mais produtivo. No entanto, por vezes o líder tem dificuldade em saber como garantir que os funcionários se sintam valorizados e motivados. Neste sentido, seguem-se dez dicas de como pode inspirar uma equipa a assumir maior responsabilidade e criar um ambiente de trabalho mais positivo para todos os envolvidos, de acordo com Peter Daisyme, cofundador da americana Hostt (empresa de Palo Alto que ajuda as organizações a colocarem os sites online de forma gratuita e vitalícia), num artigo na Business.com

1.º - Demonstrar confiança
A melhor forma de ganhar a lealdade da equipa é mostrando aos seus membros que deposita confiança neles. Esclarecer os objetivos em vez dos meios, e permitir que os colaboradores trabalhem nos projetos à maneira deles. Podem não fazer tudo exatamente como gostaria que fizessem, mas terão feito o trabalho com o seu próprio talento.

2.º - Comunicar uma visão clara
O trabalho do chefe e líder é garantir que estão todos em sintonia. Quando as pessoas não sabem o que deveriam estar a fazer não são capazes de realizar o seu trabalho como desejado. Há que definir de forma clara as funções de cada um na equipa para que saibam os seus deveres e não interfiram nas tarefas uns dos outros.

3.º - Não evitar a “conversa de circunstância”
O líder deve criar o hábito de se sentar com os funcionários e de conversar com eles. Pode ser no seu escritório, na copa ou no café da rua. Perguntar-lhes como está a progredir o trabalho, quais as realizações ou até mesmo as reclamações que têm a fazer, mas fazendo também um esforço para ficar a conhecer a equipa a nível pessoal. Perguntar como estão as famílias ou a vida em geral, mostrando que se importa com eles como seres humanos. Este comportamento torna o ambiente do escritório mais amigável e mais produtivo. E também ajuda o líder a evoluir. Dois terços das pessoas concordam que os chefes têm algum tipo de impacto na sua carreira – é certificar-se que o faz de forma positiva.

4.º - Encorajar a melhoria individual
Quando os colaboradores ganham novas capacidades é a empresa que ganha como um todo. Algumas organizações apoiam os estudos ou formação dos funcionários fora do local de trabalho que potenciam o seu crescimento pessoal. Se a sua empresa não puder dar apoio financeiro aos colaboradores neste âmbito, pode pelo menos ser flexível com os seus horários: permitir que o vendedor ou representante de RH saiam meia hora mais cedo a cada quinta-feira para participarem na orquestra da localidade pode fazer maravilhas pelo bem-estar deles e pela sua ética de trabalho.

5.º - Deixar a porta do escritório aberta
Enquanto líder, quer que os funcionários saibam que as opiniões deles são valorizadas, a fim de os capacitar verdadeiramente. Um gesto simples, como deixar a porta do escritório aberta, pode fazer maravilhas. A adoção de uma política de porta aberta mostra que se preocupa com o que eles pensam, permitindo-lhes dar o seu contributo e desempenharem um papel ativo na empresa.

6.º - Apoiar o tempo de férias
O líder vai obter muito mais dos colaboradores se evitar que eles fiquem estafados (o denominado burnout, um distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso). Aprenda a detetar os sintomas de burnout, e apoie de forma ativa o tempo de férias da pessoa em questão. Os funcionários serão realmente mais produtivos e melhores nas suas funções se estiverem repousados e rejuvenescidos. Não quer dizer que tem de os mandar semanas inteiras seguidas para fora, mas pode promover um ambiente em que um fim de semana prolongado aqui e ali não só é tolerado como apoiado.

7.º - Delegar mais que trabalho
Enquanto chefe ou líder, é inevitável: vai ter de delegar trabalho, mas certifique-se de que não é a única coisa que passa aos seus colaboradores. Pode, por exemplo, pedir a um membro da equipa que oriente uma reunião importante, mesmo que seja só enquanto sai da sala para atender um telefonema. Partilhe os comentários das pessoas e dos clientes sobre os projetos – estará a mostrar aos funcionários que têm um efeito real no negócio.

8.º - Aprender a ser flexível
Seja flexível com os colaboradores quando necessário. Por exemplo: delinear um horário diferente que permita a um funcionário levar as crianças à escola no período da manhã; como bónus, este poderá escapar à hora de ponta e vai acabar por ter mais tempo de trabalho. Ou permitir que outro trabalhe a partir de casa, caso a sua função o possibilite, para cuidar de um familiar doente. Se os períodos de trabalho a partir de casa tiverem de ser longos, experimente uma semana ou duas vezes por mês. Pode até chegar à conclusão de que os seus colaboradores são mais produtivos quando trabalham a partir de um ambiente escolhido por eles.

9.º - Inspirar o pensamento criativo
Só porque tem vindo a desempenhar uma tarefa do mesmo modo toda a sua carreira não quer dizer que seja a melhor maneira de o fazer. Há sempre problemas a serem resolvidos e melhores formas de fazer as coisas, como tal, recorra às mentes à sua volta e incentive os funcionários a partilharem soluções de negócios criativas entre si. Atribuir-lhes desafios pode não só poupar-lhe algumas dores de cabeça como também é provável que obtenha um melhor resultado final. Afinal, duas cabeças não pensam melhor que uma?

10.º - Mostrar que aprecia os esforços
É certo que os colaboradores são pagos para aparecer todos os dias na empresa, mas ajuda ter um incentivo extra. Diga-lhes que estão a fazer um bom trabalho, quer se trate de uma chamada de vendas que foi tratada de forma excecional ou um relatório realizado na perfeição. Tal irá assegurar a prossecução de um trabalho de maior qualidade no futuro, e eles vão sentir-se mais motivados ao desempenharem as suas funções.

26-02-2018


Portal da Liderança

 iniciativas