9 executivos partilham citações que mudaram as suas vidas

9 executivos partilham citações que mudaram as suas vidas

As citações inspiradoras podem ser mais do que simples slogans – têm vindo, ao longo do tempo, a ajudar alguns dos executivos e empreendedores de maior sucesso a enfrentar os seus receios e inimigos.

Para os profissionais de elevado desempenho, as citações podem funcionar como mantras espirituais, gritos de guerra aglutinadores ou linhas de orientação. Líderes e empreendedores partilham, no site The Oracles, as frases testadas pelo tempo que mudaram as suas vidas:

1.ª – “Sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder o entusiasmo.”
Dean Graziosi, autor best seller do The New York Times, e há 16 anos todos os dias nos ecrãs de televisão dos EUA
Esta citação fala sobre a única característica que os empreendedores bem-sucedidos partilham: a capacidade de dar a volta por cima quando as coisas correm mal. Os grandes empreendedores não falham o passo, mesmo quando o fracasso lhes bate de frente na cara; em vez disso, percebem que aquele revés apenas os aproxima mais um pouco do objetivo final. Dean Graziosi diz que todos os seus grandes sucessos surgiram imediatamente a seguir aos seus maiores fracassos.

2.ª – “O ressentimento é como beber veneno e depois esperar que mate os seus inimigos.”
Barbara Corcoran, fundadora do The Corcoran Group, apresentadora do podcast Business Unusual e “tubarão” no programa de televisão “Shark Tank
Quando a empreendedora leu esta citação, “há bastante tempo, tinha despendido muita energia a ressentir-me com alguém que recompensou os meus muitos anos de generosidade com traição”. Era algo que estava constantemente na sua mente, e teve dificuldade em superar a situação. Então, “imaginei que se Nelson Mandela [a quem a citação é atribuída] pôde passar 27 anos na prisão e não odiar os seus inimigos, eu poderia fazer o mesmo”.

3.ª – “O sucesso é o fracasso virado do avesso.”
Dottie Herman, CEO da imobiliária Douglas Elliman
A executiva tem esta citação anónima emoldurada na parede do escritório. “É um lembrete diário para aceitar o fracasso em vez de o temer. O sucesso é o inverso do fracasso, não a falta de. Temos sucesso quando pegamos num obstáculo e o viramos. Mas, primeiro, tem de reconhecer o obstáculo”, explica a CEO.
Infelizmente, a maioria das pessoas tem medo de fracassar, de modo que nunca saem das suas zonas de conforto ou tentam sequer algo desafiador. Outras pessoas ficam tão enredadas nos erros do passado que não conseguem aprender com os mesmos. O fracasso é um tremendo professor. Encoraja a pensar melhor e força-nos a olhar para trás e perguntar: “O que correu mal?”. Também nos molda como pessoas; torna-nos resilientes. O fracasso educa-nos de uma forma que o sucesso simplesmente não consegue fazer.

4.ª – “O segredo de progredir é começar.”
Sharran Srivatsaa, investidor angel e CEO da Kingston Lane, plataforma de promoção online de imóveis
Vivemos num estado perpétuo de sobrecarga de informação. Quer seja com as mais de 14 mil mensagens publicitárias com que nos bombardeiam todos os dias, quer seja com os incessantes “dings” dos e-mails e das redes sociais, a nossa atenção está em constante alerta.
Embora simples, esta citação “lembra-me de destrinçar o barulho e fazer o que é preciso para iniciar o processo de concretizar os meus maiores objetivos”, diz o investidor, adiantando que tal “pode ser algo tão básico como anotar uma ideia ou fazer uma experiência com um anúncio no Facebook para testar uma hipótese de vendas”.
Há imenso poder em apenas começar. “Costumo aconselhar a minha equipa e os CEO de quem sou mentor com esta frase: “A ação alavanca o impulso, o impulso gera resultados”. Então, da próxima vez que se sentir estagnado, esforce-se para dar o primeiro passo. E a magia do impulso vai funcionar!”, declara Sharran Srivatsaa.

5. ª – “Não sabe o que não sabe.”
Jason Hall, fundador e CEO da plataforma de marketing FiveChannels
Esta frase parece excessivamente simplista, mas, quando aplicada aos negócios, ajuda a assumir riscos maiores e a evitar falsas suposições. No marketing “vai haver sempre novos softwares, plataformas e tendências com os quais a minha equipa e eu não estamos familiarizados”, admite Jason Hall, adiantando que “é nossa prioridade estarmos continuamente a educar-nos/em formação”. Por exemplo, os Millennials representam hoje 70% de todos os utilizadores do Snapchat, “então forcei-me a aprender mais sobre a plataforma para entender o seu potencial de marketing para os nossos clientes”.
Se se estabeleceu numa zona de conforto em termos de conhecimento, está na hora de ampliar o horizonte, declara o executivo. Isto porque, quando aceita o facto de que “não sabe o que não sabe”, pode obter informação valiosa que nem sabia que estava a perder.

6.ª – “Não lhe pagam à hora. Pagam-lhe pelo valor que aporta à hora.”
Shaun Rawls, autor, empreendedor ao longo da vida, fundador e CEO da Rawls Consulting
Esta citação de Jim Rohn “foi decisiva para mim. Tive a sorte de ouvir Rohn falar pela primeira vez num evento ao vivo aos meus 20 e poucos anos. Eu era um jovem profissional no imobiliário que queria enriquecer, mas não sabia exatamente como”. E esta citação continua a ser um lembrete de que o sucesso é sempre um reflexo do valor que aportamos. Em última análise, “não é pago pela hora, pelo trabalho, pelo projeto ou pelo negócio. É pago pelo valor que traz. Se quer ganhar mais dinheiro, ou quer que a sua empresa ganhe mais dinheiro – diabos, se quer quase tudo – tudo o que precisa de fazer é fornecer valor suficiente para o atingir!”. 

7.ª – “Os relacionamentos são poderosos. Se dá valor a alguém primeiro, tem poder.”
Richard Blankenship, co-fundador da ESP Gaming e vice-presidente sénior de desenvolvimento de negócios no site Poker Central
Esta citação de Gary Vaynerchuk (empreendedor e autor best seller) “inspirou-me a levar as nossas empresas para o próximo nível ao impulsionar os relacionamentos”, afirma Richard Blankenship.
Quando é o primeiro a dar o passo num relacionamento, rapidamente constrói o rapport. Uma maneira de o fazer é oferecer um acordo vantajoso a um possível cliente ou parceiro estratégico. Outra é conectar as pessoas na sua área quando há interesses mutuamente benéficos. A sua rede vai notar rapidamente as suas ações e a palavra vai espalhar-se de modo exponencial, podendo originar oportunidades sem fim. A chave para esta estratégia está em não esperar nada em troca pelo valor que fornece. Como refere Richard Blankenship, “fiz muito mais favores que os que recebi, mas os favores que recebi de volta acabaram por valer bem mais do que imaginava”.

8. ª – “Queimem os navios.”
Gail Corder Fischer, vice-presidente executiva da imobiliária Fischer & Company (líder global que fornece soluções de consultoria, corretagem e tecnologia)
Esta frase remonta a 1519, quando o conquistador espanhol Hernán Cortés chegou ao México. Tinha trazido 500 soldados e, à chegada, fez história ao destruir os navios. Tal enviou uma mensagem clara aos seus homens: não havia como voltar atrás. Dois anos depois conquistava o império asteca.
A ideia por detrás de “queimar os navios” é a mesma que “ter sucesso ou morrer”. Os resultados que alcançar baseiam-se sempre no seu nível de envolvimento para alcançar grandes feitos, diz Gail Corder Fischer. Tal não significa que não possa mudar de rumo ou decidir que um percurso atual não está a funcionar. Contudo, adianta a executiva, ao deixar os navios no porto, o seu pessoal verá que não está totalmente envolvido na transição. E se não está totalmente envolvido, por que deveriam estar eles? Ao remover qualquer caminho disponível de volta para o percurso anterior, a sua equipa vai ficar tão envolvida como o líder.
Olhe para si e veja onde está a debater-se para se envolver. É porque os navios ainda estão no porto? Queime-os. Force o envolvimento. E veja o que acontece.

9.ª – “Se está a passar pelo inferno, continue.”
Nafisé Nina Hodjat, fundadora e advogada na The SLS Firm
Esta citação “teve um tremendo impacto nos meus clientes e em mim. Conheço a maioria dos meus clientes quando estão a passar pelo pior momento das suas vidas – ou estão na cadeia ou saíram recentemente e enfrentam acusações criminais”, refere a causídica. Enquanto advogada de defesa criminal, “o meu trabalho é não só refutar as acusações, como também acompanhá-los no seu inferno”. E “aprendi que a vida é um desporto de contacto completo bonito e brutal, de onde ninguém sai vivo. No início de uma crise, inevitavelmente parece que não há saída. Mas se conseguir reunir a energia para colocar um pé na frente do outro, e prosseguir, eventualmente vai encontrar uma solução”.

20-09-2018


Portal da Liderança