Sucesso Made In China: O que os gestores ocidentais podem aprender

Sucesso Made In China: O que os gestores ocidentais podem aprender

Livro

TítuloSucesso Made In China: O que os gestores ocidentais podem aprender com os empreendedores chineses
Autor: Donald N. Sull com Yong Wang
Edição: julho, 2008
Páginas: 260
Editor: Editorial Presença

"Mais do que um guia para quem quer instalar-se na China, a obra oferece uma perspetiva nova sobre o estilo chinês de gestão, marcado fortemente pelo espírito empreendedor dos seus líderes, e por uma nova geração de empresas globais." -  Público

"Vale bem a pena ler este livro sobre o que move os empresários chineses." - Financial Times

"O que torna este livro especial é a forma como o autor combina uma seleção cuidadosa de casos de grandes empresas chinesas… com uma filosofia bem sistematizada sobre como gerir em mercados instáveis e imprevisíveis." - Barrons


Sinopse

Os livros sobre casos de empresas chinesas proliferam nos escaparates. Mas na verdade por detrás de uma empresa bem sucedida encontra-se um líder de sucesso que enquanto cérebro da organização a mantém num estado saudável e em sentido ascendente. A turbulência da década passada com o acesso esporádico ao capital e a entrada no mercado de multinacionais originou muitas empresas sólidas, mas inevitavelmente deixou pelo caminho centenas de rivais que nunca atingiram os seus objectivos. Foi precisamente a partir do percurso dos líderes chineses, que representam a segunda maior economia mundial e que se afirmaram num futuro instável e incerto, que Donald Sull analisou oito casos de empreendedores orientais que registaram um desempenho acima da média, identificando factores de sucesso que poderão ser aplicados a empresas ocidentais. A China é hoje emblemática pelo seu empreendorismo e pela quantidade de empresas de gestão que vingam num mundo cada vez mais competitivo e global. Se o Ocidente quer fazer parte da corrida, terá de se actualizar, modernizar e profissionalizar retirando lições a partir de alguns países orientais.


Sobre o Autor

Donald-SullDonald N. Sull é professor associado de "Práticas de Gestão" na London Business School, e foi Professor-Assistente de Administração de Empresas na Harvard Business School. Antes de ingressar no mundo académico, foi consultor na McKinsey. É autor e co-autor de mais de cinquenta artigos, capítulos de livros, "case studies" e quatro livros, entre os quais, Why Good Companies Go Bad, finalista do Academy of Management’s George R. Terry Award, na categoria de Outstanding Management Book, traduzido para oito línguas. Em parceria com o Financial Times, lecciona um curso online de gestão em tempos incertos.É doutorado pela Universidade de Harvard.

Opinião do Portal da Liderança

"China é um mercado enorme e em crescimento, que poucas empresas se podem dar ao luxo de ignorar, mas que se revelou também um local terrivelmente difícil para se fazer dinheiro.”

É do conhecimento geral que as importações e exportações chinesas afundaram em Março passado, uma evolução que não se esperava e que vem levantar receios relativamente à estabilidade da segunda maior economia do mundo.

Este livro é direcionado aos corajosos que, apesar de verem o mercado chinês como imprevisível e de muitos gigantes se terem aventurado sem sucesso por estas águas, estão atentos ao que nele se passa e ponderam seriamente a questão de alargarem as áreas de atuação do negócio para este país.

Segundo Sull, "Para além da incerteza em termos de concorrência, de tecnologia e de clientes, que todos os negócios enfrentam, os fatores que se seguem vêm aumentar a imprevisibilidade chinesa": imprevisibilidade ao nível da regulamentação e da política industrial; incerteza em virtude da integração em mercados globais; custo do capital e acesso incerto ao mesmo; solavancos macroecnómicos; direitos de propriedade inconstantes e pouco claros.

Nele são apresentadas a título de exemplo, oito exemplos de empreendedorismo chinês onde o autor procura encontrar e demonstrar os segredos para alcançar o sucesso neste instável mercado. São elas: Legend Group Ltd.; Sina Corporation; Haier Group; Guandong Galanz; UTStarcom; AsiaInfo Holdings; Hangzhou Wahaha Group; e Ting Hsin Group.

Sull procurou reescrever as regras da estratégia empresarial relativamente a mercados imprevisíveis, onde os planos e estratégias para o longo-prazo falham e se equaciona mesmo se deverão existir, defendendo antes o aproveitar das oportunidades que vão surgindo antes da concorrência, seguindo segundo as prioridades e sempre com o foco na execução. 

Penso que este livro é uma mais-valia não só para quem pense em investir na China, mas igualmente em qualquer outro mercado instável e em rápido crescimento.

Usando uma linguagem acessível e muito esquematizada, embora reflita sobre muitas questões que não são novas nem desconhecidas dos executivos, deverão ser relembradas e tidas em conta neste tipo de mercados.

Um livro interessante.

"Com uma visão limitada do futuro, os executivos chineses têm de antecipar e de reagir rapidamente a um contexto em constante mudança."