Será a diferença salarial entre géneros um mito?

Será a diferença salarial entre géneros um mito?

Definitivamente, não. A recente edição do Global Gender Gap Report – que analisa a igualdade salarial para trabalhos semelhantes entre elas e eles – aponta para uma diferença acentuada em termos mundiais: as mulheres ganham, em média, o mesmo que os homens ganhavam há quase uma década. Em 2006 elas recebiam 6 mil dólares (cerca de 5,4 mil euros) por ano por comparação com a remuneração de 11 mil dólares deles (9,8 mil euros). Em 2015, quando elas finalmente alcançaram os 11 mil dólares/ano, já eles auferiam 21 mil dólares anuais (18,8 mil euros).

No que diz respeito ao sexo feminino, tal inclui todas as dimensões do fosso salarial, como a diferenciação na ascensão a cargos de liderança, penalização na maternidade, bónus para o pai, ou expectativas sociais com base no género. Conclusão? Há uma diferença real e consistente na remuneração salarial entre homens e mulheres em todos os campos, tipos de formação/educação e idades.

Fonte: Global Gender Gap Report 2015

10-02-2016


Portal da Liderança