Conflito na Síria – impacto nas crianças

Conflito na Síria – impacto nas crianças

Desde que o conflito na Síria começou, há cinco anos, estima-se que nasceram 3,7 milhões de crianças sírias – uma em cada três – que vivem num ambiente de violência, medo e deslocadas.

O relatório “No Place for Children”, da Unicef, estima que, no total, a guerra afetou mais de 80% das crianças da Síria – à volta de 8,4 milhões – seja no próprio país seja como refugiadas nas nações vizinhas. No documento é referido que cerca de 306 mil crianças já nasceram como refugiadas desde 2011.

O infográfico de hoje mostra a evolução da quantidade de crianças em necessidade, na Síria e nos países vizinhos – nestes últimos o número de refugiados é agora quase 10 vezes maior por comparação com 2012. Metade são crianças; e mais de 15 mil desacompanhadas e separadas das suas famílias cruzaram as fronteiras sírias.

Nos campos de refugiados na Jordânia um terço dos casamentos envolve raparigas com menos de 18 anos – o triplo do número registado em 2011.

Nos primeiros anos do conflito a maioria das crianças recrutadas por forças e grupos armados era do sexo masculino, entre os 15 e 17 anos de idade, utilizadas sobretudo em funções de apoio distantes da linha da frente.

Fonte: Unicef

30-09-2016 


Portal da Liderança