Generalistas ou especialistas – quais os mais contratados?

Generalistas ou especialistas – quais os mais contratados?

É melhor ter uma ampla gama de competências e experiência numa variedade de disciplinas ou especializar-se numa área? Esta é uma questão que surge não só na altura de ir para a faculdade mas também ao longo da carreira.

Afinal, parece que os empregadores têm preferência, aponta um novo estudo, pelo menos os da banca, onde os profissionais que conseguem “tocar vários instrumentos” têm mais hipóteses de serem contratados que aqueles que são altamente qualificados numa área específica.

Jennifer Merluzzi, professora assistente na Universidade de Tulane (EUA), e Damon Phillips, professor na também americana Columbia Business School, analisaram os registos de cerca de 400 alunos que se formaram nos programas de topo de MBA nos EUA entre 2008 e 2009, e que ingressaram em seguida na banca de investimento. A pesquisa indica que aqueles que se especializaram apenas na banca de investimento receberam menos ofertas de emprego que os alunos que tiveram experiências mais amplas.

Jennifer Merluzzi explica, numa entrevista à Harvard Business Review, que os especialistas no seu estudo são “penalizados” no mercado de emprego: “não só são menos propensos a receber várias ofertas, como recebem bónus mais reduzidos. Em alguns casos os especialistas ganharam até menos 48 mil dólares [cerca de 44 mil euros] que os colegas generalistas”, o que representa menos 36%.

Fonte: HBR

07-06-2016 


Portal da Liderança