Dez profissões que não existiam há dez anos

Dez profissões que não existiam há dez anos

Em 2006 o Facebook ainda dava os primeiros passos, o Twitter estava a ser lançado, e ninguém tinha iPhones. Passada uma década, o mundo é um lugar muito diferente, assim como as organizações.

Hoje existem empregos que há dez anos ninguém tinha ouvido falar. Uma estimativa sugere que 65% das crianças que agora entram na escola primária vão exercer profissões novas, que ainda nem sequer imaginamos.

Este ritmo de mudança vai acelerar ainda mais, graças aos rápidos avanços nas áreas de robótica, transporte sem condutor, inteligência artificial, biotecnologia, materiais avançados e genómica, de acordo com o mais recente relatório anual “Human Capital Index”, do Fórum Económico Mundial.

Seguem-se dez cargos que não existiam há dez anos, entre eles o de operador de drones (como se vê na imagem, estima-se que o mercado de veículos aéreos não tripulados ascenda dos 70 mil em 2016 para 125 mil em 2020):

- Engenheiro informático que desenvolve aplicações

- Gestor de redes sociais

- Motorista Uber

- Engenheiro de carros que se auto conduzem

- Especialista em cloud computing

- Analista de big data/cientista de dados

- Criador de conteúdo para o YouTube

- Operador de drones

Fonte: Fórum Económico Mundial

09-06-2016 


Portal da Liderança