Brexit – o início de um efeito dominó?

Brexit – o início de um efeito dominó?

O Brexit (referendo em que os eleitores britânicos decidiram pela saída do Reino Unido da União Europeia) pode ser apenas a ponta do iceberg em termos de consequências a longo prazo.

O resultado do referendo britânico abre a porta a futuros eventos que antes seriam impensáveis para a opinião pública, e dá munições a grupos que querem os próprios referendos pela independência, dado que energizou outros movimentos populistas na União Europeia (UE). Líderes anti-imigração, como o holandês Geert Wilders ou a francesa Marine Le Pen vieram entretanto apelar aos respetivos “votos de independência”.

Mas, mesmo antes do Brexit, uma sondagem feita pela Ipsos Mori revelou que a maioria da população na França e na Itália quer, pelo menos, ter um referendo sobre a saída da UE. E mais de 40% dos suecos, polacos e belgas estão no mesmo barco.

Agora que o Brexit é uma realidade, estes números vão crescer? Qual será a próxima peça de dominó a cair?

Fonte: VisualCapitalist

24-06-2016 


Portal da Liderança