Como tem a Austrália conseguido evitar a recessão?

Como tem a Austrália conseguido evitar a recessão?

A última vez que os australianos passaram por uma recessão nenhum dos Clinton tinha concorrido à presidência dos EUA, Donald Trump não tinha visto nenhuma das suas empresas ir à falência, e a União Soviética ainda era um país. Foi há 25 anos, refere o Washington Post.

Como conseguiu a Austrália escapar aos “soluços” mundiais ao longo de um quarto de século? Em grande parte devido à China. Os australianos têm sabido, mais do que qualquer outra nação, beneficiar com o modelo de venda ao país asiático, que ainda está a passar pela maior evolução económica da História – 32% das exportações da Austrália alimentam o que a dada altura parecia ser um apetite insaciável da China por matéria-prima. Tal funcionou como uma boa rede de segurança quando nas restantes partes do globo o panorama estava mais instável.

De uma forma geral, outro dos fatores que tem impedido a economia australiana de retroceder é do mais monótono que há, de acordo com o Washington Post: o banco central do país tem sido capaz de baixar as taxas de juro quando é necessário; enquanto outras nações já têm as taxas de juro tão baixas que não podem permitir-se fazê-lo.

No entanto, e após oito anos com as economias do resto do mundo a arrastarem a australiana, a inflação e taxas de juro no país da Oceânia caíram finalmente até um nível que, quando houver outro choque, podem chegar a zero. Afinal, ter uma política financeira melhor só nos pode levar até certo ponto. Mas a questão, frisa o Washignton Post, é que, ainda assim, continua a ser melhor que as dos demais. Pelo que é digna de se emular.

Fonte: Washington Post

23-09-2016


Portal da Liderança