Cinco lições de Benjamin Franklin para melhor gerir o seu tempo

Cinco lições de Benjamin Franklin para melhor gerir o seu tempo

Quem não ouviu já falar de Benjamin Franklin? Jornalista, editor, filantropo, político, cientista, diplomata, inventor, muitas são as ocupações que teve, mas, acima de tudo, foi alguém que fez acontecer e que criou um método para se liderar a si mesmo.


Apontado como um dos fundadores dos Estados Unidos, Benjamin Franklin dedicou os seus últimos anos de vida à luta pela abolição da escravatura. Não se pense que foi um homem que nunca errou. Como todas as pessoas, teve os seus momentos de fraqueza e algumas são as notas menos positivas que poderá encontrar na sua biografia.

Franklin acreditava que ganhando certos hábitos e recorrendo a determinadas ferramentas, a sua liderança pessoal seria muito mais fácil e permitir-lhe-ia concretizar e ir mais além.

Benjamin Franklin, entre outros, e recorrendo ao seu método de liderança pessoal, fez acontecer:

  • Inventou o para-raios;
  • Inventou as lentes bifocais;
  • Inventou o fogão Franklin (aquecedor a lenha que emitia uma corrente de ar diretamente para a área a aquecer);
  • Criou um dos primeiros mapas da corrente do Golfo;
  • Fez inúmeras descobertas na área da eletricidade;
  • Estabeleceu duas áreas de estudo nas ciências naturais: a eletricidade e a meteorologia;
  • Fundou a primeira empresa de seguros para incêndios dos EUA;
  • Fundou o primeiro Corpo de Bombeiros norte-americano;
  • Fundou a primeira biblioteca pública dos EUA;
  • Foi o primeiro diretor geral dos correios dos EUA, onde reformou todo o sistema postal;
  • Fundou a Universidade da Pensilvânia e a sociedade filosófica americana;
  • Obteve o alvará da legislatura da Pensilvânia para estabelecer aquele que foi o primeiro hospital dos EUA.


Quase todas estas conquistas foram feitas enquanto exercia funções de tipógrafo e de editor de jornais!

George Ambler, consultor de CIOs a partir de África do Sul, que se dedicou ao estudo da vida de Benjamin Franklin, aponta cinco lições a aprender com ele para melhor nos auto-liderarmos:

1. O tempo é o bem de que menos dispõe.

Poderá adiar, mas o tempo não o fará, pelo que o tempo que tiver perdido nunca mais será recuperado.” - Benjamin Franklin


“Benjamin Franklin compreendeu o valor do tempo. Embora todos tenhamos diferentes competências, talentos e recursos, todos dispomos das mesmas 24 horas por dia. O que realmente importa é quão eficazmente usamos essas 24 horas. O tempo é o nosso recurso mais escasso, pelo que deverá ser usado de forma ponderada.

Ama a vida? Então não desperdice o tempo, pois é dele que a vida é feita.” - Benjamin Franklin


Reconhecer que o tempo é um bem escasso, é um bom ponto de partida, mas descortinar como o usar eficientemente já é toda uma outra realidade. Usar eficientemente o tempo não é sinónimo de trabalhar arduamente, mas de saber como o aplicar. E Benjamin Franklin tinha a perfeita perceção disso!”


2. Crie hábitos e propósitos intencionais.

Quando tinha 20 anos, Benjamin Franklin reuniu aquelas que eram para ele as 13 virtudes que queria ter enquanto pessoa. Segundo a sua autobiografia, são elas:

  1. Contenção. Coma sem se enfartar; beba sem se alterar.”
  2. Silêncio. Fale apenas quando poderá beneficiar os outros e a si mesmo e evite conversas triviais.”
  3. Organização. Deixe que todas as suas coisas tenham uma localização; deixe que cada parte do seu negócio tenha o seu tempo.”
  4. Determinação. Determine-se a desempenhar as suas obrigações; desempenhe aquilo que determinou sem falhar.”
  5. Frugalidade. Não entre em despesas que não sejam para fazer o bem aos outros ou a si mesmo; não desperdice nada.”
  6. Trabalho. Não perca tempo; esteja sempre a trabalhar em algo útil; acabe com as ações desnecessárias.”
  7. Sinceridade. Não use esquemas; pense com inocência e justiça e, caso se pronuncie, fale da mesma forma.”
  8. Justiça. Não engane ninguém, nem provoque injustiças ou omita aquilo que é seu dever.”
  9. Moderação. Evite os extremos; abstenha-se de causar dano e mau estar nos outros, na proporção em que pensa que estes são merecedores.”
  10. Limpeza. Mantenha o maior esmero com o seu corpo, roupa e habitação.”
  11. Serenidade. Não se perturbe com trivialidades, nem com falhas menores ou inevitáveis.”
  12. Castidade. Mantenha-se casto para além do saudável e para reprodução, nunca por tédio, fraqueza ou causar-lhe-á dano e tirar-lhe-á a paz e a sua reputação.”
  13. Humildade. Imite Jesus e o filósofo grego Sócrates.”


“Na senda desta lista, Benjamin Franklin desenvolveu um sistema baseado num plano semanal de 13 semanas que o ajudasse a manter-se focado e a torná-lo parte do seu dia-a-dia.

Consegue manter-se focado no que realmente é importante e no que faz de si quem quer ser e levá-lo onde quer chegar?

Benjamin Franklin achou que não, que as distrações eram muitas e que a pressão do dia-a-dia era uma grande distração. Para se manter focado, desenvolveu um muito simples scorecard que o ajudava a manter-se focado nas suas prioridades e a analisar os avanços que ia conseguindo. Fica um exemplo de um deles.”

Benjamim-Franklin-Sistema-1


“Benjamin Franklin tinha consciência de que não podia trabalhar todas as 13 virtudes ao mesmo tempo, pelo que decidiu focar-se numa de cada vez. Pensou que, se se focasse numa de cada vez, esta tornar-se-ia num hábito mais rapidamente. Mal o fosse, passava a focar-se na seguinte, num ritmo previsto de uma por semana. Desta forma, em 13 semanas tornava todas as virtudes que tinha previsto em hábitos adquiridos.

Existem três coisas extremamente duras: o aço, o diamante e conhecermo-nos a nós mesmos.” - Benjamin Franklin


No final de cada dia, Franklin refletia e preenchia o scorecard correspondente à virtude dessa semana. Desta forma conseguia desenvolver-se a si mesmo, reduzindo diariamente o número de falhas e erros cometidos e tornando-se na pessoa que pretendia.”


3. Mantenha um plano diário e de rotinas.

“Benjamin Franklin sabia quão importante é fazer as coisas certas na altura certa. Para garantir que o fazia, desenvolveu um plano diário a seguir, que pretendia que se tornasse na sua rotina e que, acreditava, lhe permitiria ser produtivo, enquanto se focava no que era para ele o mais importante.

Veja abaixo uma cópia do seu plano diário e de como vivia a sua vida.

Benjamim-Franklin-Sistema-2


Ao ter um plano diário numa única página, consegue-se ter a perspetiva necessária para garantir que se está focado no fazer as coisas certas na altura certa.

Um dos aspetos positivos de ter um plano diário é ajudá-lo a decidir quando é a melhor altura para executar as diferentes tarefas que tem a cargo. Isto ajudá-lo-á a conseguir fazer as coisas na hora certa e a melhor gerir o trabalho e as interrupções que vão surgindo, uma vez que sabe o tipo de trabalho que deve desenvolver a cada momento do dia.

Tudo o que era importante para Benjamin Franklin era incluído como parte do seu plano diário.

Repare como o seu plano era bem pensado e abarcava diferentes áreas da sua vida, planificação, trabalho, vida social, descanso, refeições, leitura, aprendizagem e reflexão, num plano diário bem equilibrado.

Um plano diário e rotinas de confiança, permitem aos líderes terem a perspetiva e a estruturação de que necessitam para conseguirem fazer o mais certo na hora certa.”


4. Conte com as suas manhãs.

“Benjamin Franklin valorizou muito o ser organizado.

Como por certo já comprovou, se chegar ao trabalho sem uma ideia clara do que vai fazer, rapidamente se verá enredado entre emergências e mil tarefas pressupostamente prioritárias. O que acontece é que acaba por perder o foco e por se esquecer do que realmente é o importante. Se se deixar ir nesta corrente, rapidamente os dias passarão a semanas e as semanas a meses e acabará por constatar que não fez nenhum progresso significativo.

Para evitar que tal aconteça, Benjamin Franklin levantava-se todos os dias às cinco da manhã e começava por estabelecer as prioridades para esse dia. Fazia-o ao perguntar-se “o que irei fazer hoje?”.

Em vez de se levantar e ir logo para o trabalho, Franklin dedicava tempo a decidir no que se focaria durante esse dia. Quando começava a trabalhar às oito da manhã, já tinha tomado o pequeno-almoço e preparado todo o seu dia de trabalho. Tenha uma rotina de trabalho em todas as suas manhãs, que o ajude a focar-se no fundamental e indispensável á sua liderança.

Este simples hábito garantiu a Franklin um avanço diário de três horas face a todos os demais. Não se esqueça de que o que faz desde que se levanta até que começa a trabalhar, poderá valer-lhe ou arruinar-lhe o seu dia.”


5. Termine bem os seus dias.

Deitar cedo e cedo acordar faz um homem saudável, abastado e sábio.” - Benjamin Franklin


“A última tarefa do plano diário do sistema de Benjamin Franklin consistia em terminar bem o dia. Franklin usava o seu último tempo de cada dia para rever o que tinha ocorrido. Tirava apontamentos, completava o seu scorecard e refletia sobre os progressos alcançados.

O foco dessa reflexão final insidia sobre o bem que tinha feito. Perguntar-se-ia “que bem fiz eu hoje?” Esta pergunta perseguia o seu objetivo moral da perfeição e de viver como um homem virtuoso. De seguida, focava-se no que tinha feito para alcançar esse objetivo.

E por fim, nunca subestime a importância de fazer sete horas completas de sono!”

Muitas pessoas morrem aos 25 anos, mas só são enterradas quando fazem 75.” -Benjamin Franklin


Por vezes descuramos o uso que damos ao nosso tempo, a importância e as consequências que daí advêm. O resultado é sentirmos que vivemos uma vida sem propósito, onde o tempo voa e, quando damos por nós, estamos exatamente no mesmo sítio.

É o seu caso? Sente-se perdido e à deriva? O que faz com o seu tempo e com a sua vida? Como se autolidera?

Que estas lições de Benjamin Franklin o tenham inspirado e o motivem a fazer mudanças no seu dia-a-dia e na forma como vive a vida.

Votos de boa e frutífera liderança!


Fonte: George Ambler 


Portal da Liderança