Pedro Norton: A comunicação social portuguesa tem prestado um serviço importantíssimo ao país

Pedro Norton: A comunicação social portuguesa tem prestado um serviço importantíssimo ao país

Pedro Norton, CEO do grupo Impresa, considera que em "Portugal falta uma abertura maior ao mundo" e que a "comunicação social portuguesa tem prestado um serviço importantíssimo ao país no escrutínio dos vários poderes", entendendo que "um país que não tenha uma comunicação social vibrante é um país com uma cidadania mais pobre".

Portal da Liderança (PL):  Quais os grandes desafios que se lhe colocam de momento?

PL: O que necessitam os líderes portugueses para serem mais eficazes e bem-sucedidos?

PL: Muitos são os que hoje atacam a comunicação social portuguesa por acharem que está a promover um mau serviço. É uma realidade ou nem por isso? 

PL: Fez o programa para executivos Global Strategic Innovation em Silicon Valley. Que balanço faz da experiência?

PL: O que mais o marcou nesta experiência em Silicon Valley? 

 


Pedro-Norton-SICPedro Norton é CEO do grupo Impresa desde 2012. Licenciado em Gestão pela Universidade Católica, formou-se ainda na Boston University School of Communication em Television Management. Foi docente da Universidade Católica entre 2002 e 2005 e presidente da APDC - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações. Depois de dois anos a trabalhar na banca de investimento e no retalho da área da música, entrou no grupo Impresa em 1992 como assessor da administração da Controljornal. Nos últimos 20 anos passou ainda pelos cargos de gestor financeiro da Abril Controljornal, subdiretor de programas da SIC, diretor de novos negócios da SIC e administrador da SIC Notícias e da SIC Filmes. Em 2001 foi nomeado CEO da Sojornal e em 2004 assumiu a direção executiva de toda a área editorial do grupo. Em 2008 foi nomeado vice-presidente da comissão executiva da Impresa.