O prémio do líder é só dele ou da organização como um todo?

O prémio do líder é só dele ou da organização como um todo?

Até que ponto o reconhecimento, dos pares, do setor e da sociedade, é uma força motriz para os líderes? A atribuição de galardões, como é o caso dos Best Leader Awards, é não só um impulso em termos pessoais, mas também para toda uma equipa e a organização. Como explica António Mexia, CEO da EDP: “qualquer prémio – que interpreto não como sendo pessoal, mas coletivo, dos milhares de pessoas com quem já trabalhei, numa diversidade que me alimenta – serve como um estímulo adicional”. O executivo foi votado o mais influente nos Best Leader Awards 2016 e vencedor na categoria de Líder na Gestão de Empresa Privada na edição de 2009.

Para Ferreira de Oliveira, CEO da PetroAtlantic Energy, distinções como a dos Best Leader Awards são “uma oportunidade para refletir se merecemos ou não”, servindo como um “incentivo e um encontro comigo mesmo”. O responsável pelo fundo de investimento venceu a categoria de o mais transformador na edição deste ano, e foi laureado na categoria Líder na Gestão de Empresa Privada em 2012.

Carlos Silva, secretário-geral da UGT - União Geral de Trabalhadores, afirma que “aquilo que faz remar uma organização são os remadores todos ao mesmo tempo, e quando algum falha, falha o ritmo. Para o líder, é fundamental que estas matérias sejam divulgadas. E a atribuição destes prémios é também um estímulo para que outros líderes possam seguir os passos daqueles que venceram e tiveram sucesso”.

Fernando Bessa, country manager da Air France KLM Portugal, alinha pelo mesmo diapasão, referindo que “é uma maneira de partilha”, adiantando que “são pessoas de sucesso e que utilizaram os próprios métodos, mas que são um caminho que nós podemos percorrer”.

Veja as respostas dos sete líderes:

António Mexia, CEO da EDP


Ferreira de Oliveira
, CEO da PetroAtlantic Energy 


António Saraiva
, presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal


Carlos Silva
, secretário-geral da UGT - União Geral de Trabalhadores


Daniel Bessa
, economista


Daniel Proença de Carvalho
, sócio presidente da Uría Menéndez - Proença de Carvalho


Fernando Bessa
, country manager da Air France KLM Portugal


Esta foi a última das questões que colocámos aos sete líderes no âmbito da cerimónia da 7.ª edição dos Best Leader Awards (iniciativa da consultora portuguesa Leadership Business Consulting), e que nos deram uma perspetiva da visão de cada um dos entrevistados sobre uma variedade de temas prementes para a liderança de hoje: desde como lidam com a inovação à gestão das próprias equipas, passando pela evolução na carreira.

20-07-2016


Armanda Alexandre, Vanda Batista/Portal da Liderança