Português The Lisbon MBA volta a figurar entre os melhores do globo

Português The Lisbon MBA volta a figurar entre os melhores do globo

O The Lisbon MBA International foi considerado pelo Financial Times o 15.º melhor MBA da Europa e 40.º melhor MBA em termos mundiais.

Lecionado pela Nova School of Business and Economics (Nova SBE) e a Católica-Lisbon School of Business and Economics (Católica-Lisbon), em parceria com a MIT Sloan School of Management, “aquele que é o único MBA em Portugal a fazer parte do Top 100 Global MBA Ranking do Financial Times foi também considerado o 2.º melhor do mundo em retorno do investimento e 4.º melhor em experiência internacional”, é referido em comunicado.

O documento adianta que, desde que o The Lisbon MBA entrou pela primeira vez para a lista dos melhores MBA, em 2013, tem registado uma posição constante no ranking do Financial Times (que serve de referência a nível mundial).

A posição no ranking “deve-se, em muito, aos resultados dos alumni do The Lisbon MBA, que duplicaram o seu salário após três anos, em comparação com o seu vencimento antes do MBA”. Aliás, o aumento salarial contribuiu também para ter sido distinguido como o 2.º MBA com maior retorno de investimento do mundo, 4.º melhor da Europa em percentagem de aumento salarial e 7.º melhor da Europa em salário anual.

Anabela Possidónio, diretora executiva do The Lisbon MBA, afirma na nota que, “pelo quarto ano consecutivo, conseguimos figurar entre os melhores da Europa e do mundo e reafirmamos a nossa liderança em Portugal e a nossa posição internacional. É um ótimo resultado para nós, para o país, e para a qualidade dos nossos alunos, que têm conseguido alavancar as ferramentas que apreendem durante o MBA”. Adianta ainda que “é um testemunho dos resultados que se conseguem obter quando os melhores se juntam para competir a nível mundial e, em muito, resulta do trabalho que temos feito para, a par de uma formação técnica sólida, desenvolver líderes, com inovação, criatividade, empreendedorismo e uma visão e experiência internacional”.

Daniel Traça, diretor da Nova SBE, acrescenta que o The Lisbon MBA “tem-se distinguido pela rica experiência multicultural, pela qualidade do ensino e pelas abordagens criativas às práticas de gestão. Assim sendo, não será de espantar que, pouco tempo depois de os alunos concluírem este MBA, já estejam a trabalhar com salários muito acima da média nacional e isso mesmo é reconhecido nesta distinção do Financial Times”. Para o responsável, “é um ótimo indicador para nós, mas também para Portugal, de que o ensino superior português pode constituir um forte ativo na valorização do nosso país”.

Francisco Veloso, diretor da Católica-Lisbon SBE, salienta que “figuramos, de forma consistente, num grupo restrito de MBA globais, com altas taxas de empregabilidade e um enorme retorno e, ano após ano, vamos atraindo cada vez mais alunos internacionais e de elevado potencial. No fundo, é a concretização de todos os objetivos a que nos propusemos quando decidimos fazer esta parceria entre escolas para oferecer um MBA de qualidade mundial”.

No topo da lista surge a escola de gestão Insead Business School, seguida da americana Harvard Business School e da britânica London Business School.

25-01-2016


Portal da Liderança