Cisco lança desafio a empreendedores digitais

Cisco lança desafio a empreendedores digitais

Tem uma ideia disruptiva para a transformação digital da indústria ou do Governo? Só tem de candidatar-se à edição de 2016 do Cisco Innovation Grand Challenge. Os seis semifinalistas vão poder apresentar as suas ideias no IoT World Forum, em Berlim, e fazer o pitch perante um júri no Web Summit, em Lisboa.


Até final de agosto os empreendedores, programadores, investigadores, estudantes, ou qualquer pessoa que tenha um negócio em fase inicial, protótipo ou solução em teste, podem submeter as suas ideias inovadoras ao Cisco Innovation Grand Challenge.

A competição global, que vai na terceira edição, “reconhece tecnologias, produtos ou modelos de negócio que melhor alavancam a internet of things (IoT) em diferentes categorias. Este ano é pedido aos participantes que apresentem novas ideias de como tirar partido da IoT para melhorar a educação, saúde, transportes, produção, smart cities, retalho, cibersegurança e infraestruturas.

O primeiro lugar no desafio recebe um prémio de 150 mil dólares (cerca de 136 mil euros), o segundo 75 mil (68 mil euros), e o terceiro 25 mil (quase 23 mil euros). Mas o total de 250 mil dólares não é a única recompensa que os vencedores recebem, adianta a Cisco em comunicado: também têm a oportunidade de contar com mentoring de especialistas da indústria, de utilizar espaço de trabalho e tecnologia nos Cisco Innovation Centers, bem como com potencial investimento da Cisco e da indústria. Mais: os seis semifinalistas vão fazer o pitch perante um júri no Web Summit, que decorre em Lisboa de 7 a 10 de novembro. O anúncio dos três vencedores é feito também durante este evento.         


As submissões estão abertas até 31 de agosto. Os semifinalistas são anunciados a 21 de setembro e são convidados a apresentar as suas ideias no IoT World Forum em Berlim, de 18 a 20 de outubro. Os projetos vão ser avaliados “com base numa combinação de diversos fatores, entre eles o valor, oportunidade de mercado, potencial de crescimento, quão disruptivos e diferentes são da concorrência, poder de encaixe com a estratégia de negócio da Cisco e/ou seus parceiros estratégicos de negócio, bem como probabilidades de sucesso a longo prazo”, é referido na nota. Nas duas últimas edições o Cisco Innovation Grand Challenge “recebeu milhares de ideias espantosas de mais de 3 mil empreendedores de 150 países”.  


Sofia Tenreiro, diretora-geral da Cisco Portugal, afirma no documento que a empresa “é um motor de inovação que tem sempre almejado por tecnologias disruptivas e transições de mercado que impactem o mundo”. E agora, “com a transformação digital a acontecer, temos clara noção de que isto é ainda mais importante”. O Cisco Innovation Grand Challenge “é a nossa iniciativa global para apoiar esta transição, procurando os negócios, serviços, soluções e tecnologias mais disruptivos, criando um ecossistema de soluções e parceiros para a transformação digital”.


Rui Brás Fernandes, SE manager e CTO da Cisco Portugal, acrescenta que “há uma oportunidade gigante de transformar negócio, indústrias e países através da IoT, e a Cisco está a abrir o seu tradicional modelo de rede a este paradigma”. Através do Cisco Innovation Grand Challenge “estamos a procurar parceiros para co-inovar na próxima ideia para digitizar a indústria e o Governo nesta nova era da IoT e, ao mesmo tempo, disponibilizar as ferramentas oferecidas pela cloud, SDN, big data e analytics para criar novos modelos preparados para o digital”.

20-07-2016 


Portal da Liderança