Guru de design da Autodesk vai agitar 2.º dia do GSI

Guru de design da Autodesk vai agitar 2.º dia do GSI

Não é qualquer um que pode dizer que trabalha num projeto enquanto dream catcher. Mark Davis pode. O responsável de design da Autodesk é um dos oradores no programa GSI - Global Strategic Innovation, que em setembro reúne empreendedores lusófonos “no” centro de inovação do globo – Silicon Valley.

O GSI - Global Strategic Innovation: International Executive Program, que vai na 7.ª edição, leva empreendedores e líderes a São Francisco, nos EUA, para uma semana de imersão em Silicon Valley, considerado o centro de inovação mundial. O programa decorre de 19 a 23 de setembro e tem como fio condutor a Indústria 4.0 – internet das coisas (IoT – Internet of Things e IIoT – Industrial Internet of Things).

“Parece simples, mas proporcionar a experiência certa requer a capacidade de criar a visão certa, e liderar uma equipa para a executar”, diz Mark Davis, senior director of design research na Autodesk, empresa de software de design e de conteúdo digital. No segundo dia do GSI uma das atividades passa por visitar a Autodesk, onde o responsável pela equipa Generative Design, que prevê o futuro #project Dreamcatcher, vai debater o tema “Reinventar a Produção”. 

O GSI (que tem como parceiros a aicep Portugal Global, a AIP - Associação Industrial Portuguesa, a AIDA - Associação Industrial do Distrito de Aveiro, e a Câmara de Comércio Americana em Portugal) está aberto a todas as empresas e entidades. Os participantes vão visitar e interagir diretamente com empresas como a Cisco, a Google, a Jabil, a SAP ou a Salesforce, entre outras; ter sessões de trabalho na Universidade de Stanford e com especialistas; conhecer processos de aceleração de negócios e de empreendedorismo ao visitar aceleradoras de negócio e com a realização de reuniões comerciais; e ainda fazer networking, com acesso à rede de contactos GSI (mais de 250 antigos participantes).

Entre os vários oradores nesta 7.ª edição do GSI encontra-se, por exemplo, o agitador de inovação, coach e consultor Alberto Savoia, que é também colaborador da Universidade de Stanford e da Google na criação de cursos de liderança, e dá workshops sobre inovação e pretotyping; ou o evangelista da inovação e design thinker Shahid Khan, responsável pela transformação digital na SAP. 

Como explica Carlos Oliveira, managing partner na consultora portuguesa Leadership Business Consulting, que organiza o GSI desde 2008, “a melhor forma de um líder promover o seu desenvolvimento é através de visitas in loco e interações na primeira pessoa com os intervenientes que fazem a diferença. Uma imersão pessoal em Silicon Valley, o mais destacado ecossistema de inovação e empreendedorismo, é um diferenciador extraordinário”.

 27-07-2016 


Portal da Liderança