Europa – taxas de juros negativas não impulsionam investimento

Europa – taxas de juros negativas não impulsionam investimento

O período prolongado de taxas de juros negativas não está a reavivar o investimento nas empresas na Europa, com a grande maioria dos negócios na região a afirmar que as medidas de estímulos não tiveram qualquer efeito nos seus planos de crescimento, avança a Bloomberg, citando um estudo da sueca Intrum Justitia.

Das 9.440 companhias de 29 países analisadas pela empresa de prestação de serviços de gestão de crédito e cobranças para o seu “European Payment Report 2016”, cerca de 84% afirmam que as baixas taxas de juros não afetaram a sua predisposição para investir. E, talvez mais alarmante, aponta a Bloomberg, este número representa um aumento face aos 73% do ano passado.

Como refere no relatório Mikael Ericson, CEO da Intrum Justitia, “criar crescimento económico requer estabilidade e otimismo. Evidentemente, a estratégia de manter as taxas de juros num mínimo recorde por mais de um ano não criou a muito procurada estabilidade.”

É adiantado que a Europa precisa de mais investimento no sentido de criar os postos de trabalho necessários para estimular o crescimento. Na área do euro, onde as taxas de juros têm sido negativas desde meados de 2014, o produto interno bruto (PIB) vai abrandar para 1,6% este ano, estima a Comissão Europeia.

Fontes: Bloomberg/Intrum Justitia

30-05-2016 


Portal da Liderança