Procura de asilo na Europa bate recorde

Procura de asilo na Europa bate recorde

Em 2015 a Europa registou um número recorde nos pedidos de asilo por parte de migrantes. Mais de 1,3 milhões de refugiados pediram asilo nos Estados-membros da União Europeia, na Noruega e na Suíça. Este é o maior afluxo de pessoas à procura de refúgio na região em décadas, de acordo com o americano Pew Research Center, que analisou mais de 30 anos de dados do Eurostat para calcular os números envolvidos.

O recorde anterior verificou-se em 1992, ano em que quase 700 mil pessoas pediram asilo na sequência do colapso da Cortina de Ferro.

As convulsões no Médio Oriente têm contribuído em grande medida para a migração em direção à Europa, em que metade dos 1,3 milhões de requerentes de asilo são originários da Síria, do Afeganistão e do Iraque.

A Alemanha tem sido o principal destino para muitos refugiados, ao receber mais de 440 mil pedidos de asilo em 2015. Mas quando se tem em consideração o número de pedidos em relação à população do país, é a Hungria que obteve o valor mais alto, seguida da Suécia e da Áustria. A Alemanha surge em sexto lugar.

E a nação com o menor número de pedidos de asilo? – O Reino Unido, que consta no final da lista, tendo recebido apenas 60 pedidos por cada 100 mil pessoas (menos de um décimo face à Alemanha).

Durante o ano de 2016 já se observou uma queda no número de recém-chegados ao continente europeu, bem como nos pedidos de asilo.

Fonte: Pew Research Center

18-10-2016


Portal da Liderança